segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

ALPV O que é isso???

Sei que depois que o LF melhorou dos sintomas de sua alergia, nunca mais me aprofundei no assunto, mas aconteceu uma série de coisas ultimamente que é preciso falar um pouquinho do quê o meu filhotinho tem.
ALPV - é uma abreviação para Alergia a Proteína do Leite de Vaca. Algumas cças tem esta intolerancia por conta de imaturidade do sistema imunológico, que com o tempo passa, outras demoram um pouquinho mais, e muito poucas continuam com a alergia em si durante a fase adulta.
No meu caso, td começou quando o LF aos quinze dias começou a ter muitas cólicas somente mamando no peito, todos, inclusive o pediatra acharam que eram cólicas normais e que com o tempo, ou melhor, com 3 meses, tudo se normalizaria. Eu nunca achei normal meu filho berrar de cólica, não dormir direito e ter dias de ficar até 3 horas chorando muito. Também ficava muito incomodada com sua irritabilidade, por ficar muito incomodado uma hora depois de mamar, ou golfar até uma hora depois de mamar. Mas, todos ficavam falando que era assim mesmo, que bb chora e que td passaria!!! E Eu Queria matar todo mundo!!!
Sendo assim, depois dos 3 meses e nada de melhora e falta de ganho de peso, ( leia-se mãe desesperada), começou a minha peregrinação até a confirmação do diagnóstico. Isso tudo já escrevi aqui no blog, que no início até chamamos de Doença do Ciclo Entero Mamário.
Com isso, começamos com um leite especial e caro, chamado Neocate, este leite já vem com as proteínas hidrolisadas, já como aminoácidos, assim o organismo do bb somente absorve o mesmo. Ele teve até uma considerável melhora após o uso deste leite, passou a ter menos cólicas e curtir mais sua vidinha!!! Nesta fase, parei de amamentar.. e me arrependo muito disso!! Estava exausta, há quatro meses sem dormir direito, já tinha feito dieta, fiquei uma semana comendo arroz com batata, no almço e jantar, já tinha cortado leite e derivados da minha alimentação, precisava voltar a trabalhar..enfim o caos em forma de gente... assim pensei em estar melhor, me recompor para cuidar do meu pequeno, e como ele na época estava mamando relativamente bem o neocate, parei de amamentar no quinto mês!!!
Sinto tanto por isso, me sinto fraca, acho que deveria ter insistido mais um pouco, mas ao mesmo tempo estava tão frágil, tão sozinha, tão desacreditada de minhas forças, me sentia tão incapaz, não tinha apoio de ng, todos só me criticavam, me chamavam de fraca, falavam como se eu não fosse uma boa mãe!!! Fui o que podia ser naquele momento, sonhei, desejei e abracei a maternidade como meu maior sonho e me vi assim tão perdida...
Sinto que se tivesse tido mais apoio, mais informação, teria persistido..por isso este post..pois meu filho amava meu peitinho, não tive nenhum problema para amamentar, pelo ao contrário, para mim era meu prazer maior te-lo pendurado em mim, e ao mesmo tempo sentia como se o alimentasse com fel, pois ele após mamar urrava de dor!!! Foi muito frustante!!
Mas depois LF não se adaptou muito bem a este leite, mamava muito pouco, pois este leite é levemente salgado. Aí meu desespero bateu ainda mais forte....
Bom, juntei o pó, renasci das cinzas, fui atrás de outra médica e achei a luz no fim do túnel. LF mudou de leite, se adaptou bem, começou a comer com 6 meses e mesmo com sua alimentação restrita, td melhorou!! Até seu côco...rsrsrsrs.
Ele se tornou um bb calminho, começou a dormir melhor e a comer super bem.
Sua dieta, como tb já disse em outro post, era restrita a rã, frango, legumes( corados, não corados e tubérculo) e frutas ( banana, maçâ, pêra, mamão). Fiz td conforme prescrito, inseri as frutas cozidas a cada 3 dias, depois passei para cruas e depois fomos para a papinha salgada, depois de 15 dias começamos com o jantar.
Para minha felicidade ele se adaptou bem.. e consegui relaxar, comecei a curtir de verdadae meu filho e vibrar a cada conquista. Acho que relaxei tanto que ele "contaminou", ou seja, há mais ou menos um mês, ele voltou a ter cólicas, a soltar muito pum, ficar com o intestino preso e eu fiquei superpreocupada, pois ele já tinha inserido outros alimentos como o glúten, estava comendo super bem, o que não deixou de fazê-lo... assim começamos a cortar alguns alimentos, para ver como ele reagia, e então pude comprovar que ainda preciso ter muitos cuidados.
Mas o que quero deixar registrado aqui, é que mesmo com tudo isso, minha familia é muito descrente quanto a alergia dele. Isso porque tenho muitos médicos na família neh!! E só para constar, minha sogra deu um creminho para ele de uma sobremesa, mesmo sabendo da sua alergia. Sei que ela esqueceu, que ficamos tão relaxados com ele bem, comendo quase td que....
Mas o que eu fico triste é que na verdade muitos não acreditam em mim, já ouvi até meu marido dizer que fiquei aliviada qd recebi o diagnóstico...PERAÍ....
eu queria saber o que meu filho tinha...pois para mim não era normal uma criança sofrer tanto, só quem ficou comigo sabe do que eu estou dizendo!! Fiquei aliviada sim, pois ali pude fazer algo para sua melhora, como faço até hj...
Algumas pessoas acham que é frescura, que se fosse antigamente beberia leite direto da vaca e não teria nada, mas a verdadé é que antigamente as cças não tinham como ser diagnosticadas, morriam sem saber o pq!!!Isso tb não vem ao caso...
A questão é que tenho ainda que ter muito cuidado, principalmente pq as pessoas acham que podem dar qq coisa para ele comer, pesquiso alimentos, invento e reinvento suas papinhas e leio rótulo de tudo, além de ficar horas no supermercado vendo o que ele pode comer.
Sendo assim aqui vai algumas dicas que fiz e que deram certo...
Como o Lf não pode nada com leite e seus derivados e proteínas da vaca, sobremesa fica complicado sem serem as frutas. Para variar um pouco já que ele come frutas duas vezes ao dia, pela manhã e a tarde, passamos dar depois do almoço a gelatina e não é uma gelatina comum é esta aqui:



Desde que a descobri, esta é sua sobremesa, vou alternando os sabores e ele simplesmente ama!!! Ela é feita com corantes naturais e açúcar orgânico, super recomendo!!!
LUiz Filipe ama pão, e ele estava comendo direto pão francês que é feito com água, mas tem uma partucularidade que temos que ficar atentos, muitos alimentos não levam leite, mas podem conter traços de leite, assim ele pode não levar leite em sua composição, mas podem ser processados em máquinas que processam alimentos com leite, assim, para não arriscar leio todos os rótulos. Tipo Mucilon contém traços de leite e outros alimentos tb são assim. Com o pão, tem algumas marcas que não tem leite, como: O pão, tipo bisnaguinha da marca Energia. Tb pesquiso biscoitos e faço a mesma coisa.
Como ele tb tem intolerância com a soja, não dou leite de soja, por enquanto somente sucos naturais, de frutas não ácidas que passo na centrífuga, tipo maçã e pêra.
Agradeço todos os dias pelo filho lindo e abençoado que Deus me deu, sei que este probleminha vai passar e perto de outras coisas isto não é nada. Mas queria compartilhar e me deixar a disposiçaõ para trocar informações,
tem um site muito legal sobre ALPV, mais informações aqui!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário